Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Homicida de Quiaios foi considerado inimputável perigoso


quarta, 12 junho 2019
O homem que em Agosto do ano passado, em Quiaios, matou a mulher com um disparo de caçadeira à queima roupa foi ontem considerado pelo Tribunal de Coimbra como inimputável perigoso e por isso vai ficar internado. Em termos legais este internamento tem o período mínimo de três anos, altura a partir da qual José Albertino, de 54 anos, vai sendo reavaliado clinicamente e pode ir, como ontem foi fixado pelo juiz Rui Pacheco Duarte, até aos 21 anos e quatro meses. Todavia, também esse período pode ser prolongado caso a perigosidade do homicida se mantenha.A decisão foi ontem conhecida sendo que o arguido se manteve no Hospital Prisional de Caxias onde ouviu o acórdão através de videoconferência. Encontra-se, desde a data do crime, em internamento preventivo e assim continuará até a decisão se tornar definitiva.
Leia a notícia completa na edição em papel.

Diários Associados