Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Há 18 anos a região ficou chocada com massacre na praia de Fortaleza


Orlando Cardoso / foto: DR / Legenda: Luís Militão esteve envolvido na morte de seis portugueses no Brasil e cumpre pena de prisão até 2031 terça, 13 agosto 2019
Há precisamente 18 anos, a região vivia momentos de desespero com o desaparecimento de seis empresários da construção civil que tinham viajado para o Brasil para gozar um período de férias. Desde o dia 11 de Agosto de 2001 que o País desconhecia o paradeiro de Joaquim da Silva Mendes, Joaquim Fernando Martins, Manuel Joaquim Barros (naturais do concelho de Pombal), António Correia Rodrigues (do concelho de Ourém), Joaquim Pestana da Costa (Seixal) e Vítor Manuel Martins (Alportel). Poucos dias depois, as informações tornadas públicas pelas autoridades brasileiras não foram as melhores. Foram mesmo terríveis. Do pior que poderia ter acontecido. Os cadáveres dos seis empresários, com idades entre os 42 e os 57 anos, foram encontrados enterrados sob uma placa de cimento, no interior do bar ‘Vela Latina’, na praia do Futuro, em Fortaleza. 
Leia a notícia completa na edição em papel.

Diários Associados